Página do Projecto RCAAP (Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal)

Nota à navegação com tecnologias de apoio: nesta página encontra 3 elementos principais: menu principal (tecla de atalho 1); menu de acções RCAAP (tecla de atalho 2) e conteúdo principal (tecla de atalho 3).

Notícias | RCAAP - Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal

Call 8 - SARI

Quinta, 03 Outubro 2013 16:10

Serviço de Alojamento de Repositórios Institucionais do RCAAP

Período de manifestações de interesse e candidaturas

Informam-se todas as instituições do sistema científico e de ensino superior nacional que, de 4 de outubro a 28 de outubro de 2013, se encontra aberta a oitava CALL para apresentação de candidaturas para a criação de repositório institucional em regime de SARI (Serviço de Alojamento de Repositório Institucional) do RCAAP (Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal).

O SARI destina-se a ser utilizado, gratuitamente, por qualquer das instituições do sistema científico e do ensino superior para alojamento do seu repositório com individualização de identidade corporativa própria. O SARI oferece o conjunto de serviços associados ao alojamento dos repositórios, como a gestão e manutenção da infra-estrutura (equipamentos e aplicações necessárias ao funcionamento do repositório), garantindo a sua disponibilidade e funcionalidade para as instituições, cópias de segurança dos conteúdos depositados nos repositórios, serviço de apoio (helpdesk) à utilização da infra-estrutura, etc. 

A operação e manutenção da infra-estrutura é da responsabilidade da equipa do serviço RCAAP. Mas a operação e gestão de cada repositório é da responsabilidade da instituição a que está associado. Nesse sentido, no processo de adesão ao serviço SARI, para além de apoio à configuração inicial, as instituições recebem também formação básica para gestores e administradores de repositórios.

As instituições que estejam interessadas em alojar os seus repositórios institucionais no serviço SARI deverão, até ao dia 28 de Outubro de 2013, comunicar esse interesse enviando uma mensagem de correio electrónico para o endereço info @ rcaap.pt, com os seguintes elementos:

1 – Nome da instituição;

2 – Breve caracterização da instituição - 1 a 2 páginas com informação relevante sobre a instituição, nomeadamente: número de docentes/investigadores, dimensão aproximada da produção científica em 2010 – nº de artigos em revistas, nº de teses e dissertações, nº de comunicações em conferências, etc. -, número de artigos indexados em cada um dos três anos anteriores à candidatura nas bases referenciais Wok e no Scopus, principais áreas científicas, existência de repositório(s) ou sistema(s) de informação semelhantes na instituição, e quaisquer outros elementos considerados importantes;

3 – Identificação e contactos do responsável institucional pelo projecto de alojamento

Da análise das manifestações de interesse resultará a selecção de 2 (duas) candidaturas para passarem a integrar o serviço SARI.

Serão considerados dois critérios de elegibilidade: 1) o histórico de produção 2) o número de documentos disponíveis para depósito. O primeiro critério determina que a instituição candidata tenha X ou mais artigos indexados numa base referencial de referência (Scopus ou Wok) num dos três anos que antecedem a candidatura. O segundo critério requer que as instituições candidatas cumpram com os valores mínimos de documentos para constituição do SARI. Para o efeito são fornecidas duas alternativas: a) a instituição possuiu Z documentos para depósito imediato; b) a instituição depositou Y documentos no repositório comum ou num repositório local nos últimos 12 (doze) meses.

Os valores de referência para X, Z e Y são, respectivamente 25, 500 e 200.

Em síntese são considerados critérios essenciais os seguintes:

  1. Histórico de produção: média > X artigos/ano (indexados em fontes de referência)
  2. Valores mínimos (threshold):

a)       Z documentos disponíveis para depósito (SARI imediato);

b)        Y documentos em RI (local ou comum) em 12 meses; ou

A candidatura é considerada elegível se se verificar o critério 1 e ainda se se cumprir uma das alíneas do critério 2.

No processo de selecção serão ainda considerados factores como a tipologia, dimensão e localização geográfica procurando-se garantir alguma diversidade nas instituições seleccionadas.

Os resultados serão comunicados a todas as instituições que apresentem manifestações de interesse. As instituições que não sejam seleccionadas nesta fase ficarão desde já numa bolsa de candidatos que integrará a próxima fase de manifestações de interesse, para a selecção de mais instituições, que previsivelmente ocorrerá durante o próximo ano.

Para qualquer informação ou esclarecimento adicional deverão contactar o projecto RCAAP através do endereço info @ rcaap.pt.

 

Sobre o RCAAP

O Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal é um serviço operado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia, I. P.. A execução do projecto conta ainda com a participação científica e técnica da Universidade do Minho.

O RCAAP visa aumentar a visibilidade, acessibilidade e difusão dos resultados da actividade académica e de investigação científica nacional e facilitar o acesso à informação sobre a produção científica nacional em regime de “open access” bem como integrar Portugal num conjunto de iniciativas internacionais neste domínio. O Serviço de Alojamento de Repositórios Institucionais (SARI) é um dos componentes essenciais do Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal. 

Contributo do RCAAP à Política de Acesso Aberto da FCT

Quarta, 17 Julho 2013 15:41

No seguimento da audição pública sobre a política de acesso aberto da Fundação para a Ciência e Tecnologia, a comunidade do projeto RCAAP decidiu dar o seu contributo no sentido de melhorar os propósitos e objetivos da política.

Dada a importância desta política para o acesso à investigação nacional e consequente disseminação, a comunidade regozija-se pela iniciativa pois partilha os mesmos objetivos do projeto RCAAP.

Deste modo, a comunidade RCAAP apoia as orientações gerais enunciadas mas apresentam-se várias sugestões de melhoria, com destaque para a proposta que o ponto 3.2 passe a ser o ponto principal (3.1) da política, tornando o depósito num repositório como o requisito básico e, com isso, aproveitando a infraestrutura já existente em Portugal, alinhando com o que tem sido a norma das políticas da maioria dos financiadores, e alterando o foco da política que, na atual versão, poderia ser entendido como sendo o Gold OA.

No que respeita à partilha de dados científicos, apoiam-se as orientações de encorajamento e o seu carácter voluntário.

Finalmente, a comunidade RCAAP reafirma ainda a sua disponibilidade para apoiar a FCT na implementação e monitorização da política de acesso aberto a definir.

Podem consultar o texto completo do contributo do Projeto RCAAP enviado à FCT.

Os interessados poderão enviar as suas sugestões à FCT até às 12h00 do dia 19 de julho.

Call for Proposals SARC (Novo Prazo)

Segunda, 25 Março 2013 14:48

Informam-se as entidades editoras de revistas científicas que, de 25 de março 20 de Abril 28 de abril de 2013, se encontra aberto o período de manifestação de interesse e candidatura ao Serviço de Alojamento de Revistas Científicas Institucionais (SARC) do Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal (RCAAP).

O SARC é um serviço que oferece um conjunto de serviços associados ao alojamento de revistas científicas, tais como a gestão e manutenção das infra-estruturas (equipamentos e software base) e das aplicações de suporte à gestão e operação das revistas científicas (ciclo de vida editorial e disponibilização de conteúdos). O SARC inclui o apoio inicial à parametrização das aplicações de gestão e operação das revistas científicas, o serviço de apoio (helpdesk) e ações de formação destinadas aos gestores e administradores de revistas científicas.

Estão excluídos do SARC todas as tarefas relacionadas com a componente editorial e de design da revista. A utilização do SARC faz-se com respeito integral pelo estabelecido na Carta ao Utilizador (AUP) da RCTS disponível em http://www.fccn.pt/pt/rede-academica/a-rede-ciencia-tecnologia-e-sociedade- rcts/.

As entidades editoras que estejam interessadas em alojar as suas revistas científicas no SARC deverão comunicar esse interesse enviando uma mensagem de correio electrónico para o endereço Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar com os seguintes elementos:

1 Nome da instituição;

2 Breve caracterização da revista - 1 a 2 páginas com informação relevante sobre a revista: título da

revista, periodicidade (meses de publicação), nome da entidade editora, área científica, ISSN, ISSN

Online (se aplicável), URL do sítio web da revista (se aplicável), períodos de embargo ao acesso aberto

aos artigos (se aplicável), política de copyright, corpo editorial, política editorial (com/sem revisão),

números publicados, número de artigos publicados nos últimos 3 anos;

3 Breve caracterização da entidade editora nome da editora, natureza e enquadramento

organizacional (editora universitária, associação científica, etc.) e revistas publicadas;

4 Identificação e contactos do responsável pelo projecto de alojamento

5 Assinatura e aceitação da declaração de compromisso que caracteriza o serviço e define as responsabilidades da entidade gestora.

A candidatura será considerada elegível se cumprir todos os critérios de elegibilidade que se seguem:

  1. Publicação científica periódica, publicando maioritariamente artigos científicos (sem prejuízo da publicação de outras tipologias como notícias, recensões, cartas, revisões de literatura, etc.);

  2. Publicação de uma entidade portuguesa ou sedeada em Portugal; e

  3. Publicação em acesso aberto da versão digital (sem prejuízo da existência de outras edições).

O processo de seleção privilegiará as publicações que reunirem os seguintes requisitos:

  1. Revisão por pares dos artigos publicados;

  2. Existência de um conselho editorial com composição pública;

  3. Maior longevidade da publicação;

  4. Maior número de artigos publicados nos últimos 3 anos;

page1image25592
page1image25864
page1image26136

O processo de seleção terá ainda em conta a preocupação de se assegurar a maior diversidade possível de áreas científicas e de entidades editoras.

Da análise das manifestações de interesse resultará a seleção. Os resultados serão comunicados a todas as entidades editoras que apresentem manifestações de interesse. As entidades editoras que não sejam selecionadas nesta fase ficarão desde já numa bolsa de candidatos que, mediante confirmação, integrarão a próxima fase de manifestações de interesse, para a seleção de mais instituições, que previsivelmente, ocorrerá durante o próximo ano.

Para qualquer informação ou esclarecimento adicional deverão contactar o projecto RCAAP através do endereço Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar .

Sobre o RCAAP

O projeto de criação do Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal é uma iniciativa da FCT, IP concretizada pela FCCN Fundação para a Computação Científica Nacional, com o objetivo de disponibilizar mais um serviço avançado sobre a rede de investigação e de ensino nacional, a RCTS. A execução do projeto conta ainda com a participação científica e técnica da Universidade do Minho.

O RCAAP visa aumentar a visibilidade, acessibilidade e difusão dos resultados da atividade académica e de investigação científica nacional e facilitar o acesso à informação sobre a produção científica nacional em regime de “open access” bem como integrar Portugal num conjunto de iniciativas internacionais neste domínio. Para além do SARC, o Serviço de Alojamento de Repositórios Institucionais (SARI) é outro dos componentes essenciais do Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal. 

Call for Proposals SARC Light (Novo Prazo)

Segunda, 25 Março 2013 14:40

Informam-se as entidades editoras de revistas científicas que, de 25 de março a 20 de Abril 28 de abril de 2013, se encontra aberto o período de manifestação de interesse e candidatura ao piloto do Serviço de Alojamento de Revistas Científicas Institucionais (Piloto SARC light) do Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal (RCAAP).

O SARC light disponibiliza um subconjunto de serviços do SARC, designadamente o alojamento da publicação periódica, isto é, a gestão e manutenção das infra-estruturas (equipamentos e software base) e das aplicações de suporte à gestão e operação das revistas científicas (ciclo de vida editorial e disponibilização de conteúdos). O SARC light exclui o apoio inicial à parametrização das aplicações de gestão e operação das revistas científicas, o serviço de apoio (helpdesk) e ações de formação destinadas aos gestores e administradores de revistas científicas.

O SARC Light destina-se exclusivamente a entidades editoras com experiência demonstrada na gestão e operação do software base de suporte ao SARC o Open Journal System (OJS).

As entidades editoras que estejam interessadas em alojar as suas revistas científicas no SARC Light deverão comunicar esse interesse enviando uma mensagem de correio eletrónico para o endereço info @ rcaap.pt com os seguintes elementos:

1 Nome da instituição;

2 Breve caracterização da revista - 1 a 2 páginas com informação relevante sobre a revista: título da

revista, periodicidade (meses de publicação), nome da entidade editora, área científica, ISSN, ISSN

Online (se aplicável), URL do sítio web da revista (se aplicável), períodos de embargo ao acesso aberto

aos artigos (se aplicável), política de copyright, corpo editorial, política editorial (com/sem revisão),

números publicados, número de artigos publicados nos últimos 3 anos;

3 Breve caracterização da entidade editora nome da editora, natureza e enquadramento

organizacional (editora universitária, associação científica, etc.) e revistas publicadas;

4 Identificação e contactos do responsável pelo SARC na entidade gestora

5 - Composição da equipa e experiência com a ferramenta OJS

6 - Assinatura e aceitação da declaração de compromisso que caracteriza o serviço e define as responsabilidades da entidade gestora.

A candidatura será considerada elegível se cumprir todos os critérios de elegibilidade que se seguem:

  1. Publicação científica periódica, publicando maioritariamente artigos científicos (sem prejuízo da publicação de outras tipologias como notícias, recensões, cartas, revisões de literatura, etc.);

  2. Publicação de uma entidade portuguesa ou sedeada em Portugal; e

  3. Publicação em acesso aberto da versão digital (sem prejuízo da existência de outras edições).

  4. Experiência demonstrada dos elementos que constituem a equipa da entidade gestora com o software OJS

O processo de seleção privilegiará as publicações que reunirem os seguintes requisitos:

  1. Revisão por pares dos artigos publicados;

  2. Existência de um conselho editorial com composição pública;

page1image25816
page1image26088
page1image26360
page1image26632
  1. Maior longevidade da publicação;

  2. Maior número de artigos publicados nos últimos 3 anos;

O processo de seleção terá ainda em conta a preocupação de se assegurar a maior diversidade possível de áreas científicas e de entidades editoras

Da análise das manifestações de interesse resultará a seleção. Os resultados serão comunicados a todas as entidades editoras que apresentem manifestações de interesse. As entidades editoras que não sejam selecionadas nesta fase ficarão desde já numa bolsa de candidatos que, mediante confirmação, integrarão a próxima fase de manifestações de interesse, para a seleção de mais instituições, que previsivelmente, ocorrerá durante o próximo ano.

Para qualquer informação ou esclarecimento adicional deverão contactar o projeto RCAAP através do endereço Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar .

Sobre o RCAAP

O projeto de criação do Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal é uma iniciativa da FCT, IP concretizada pela FCCN Fundação para a Computação Científica Nacional, com o objetivo de disponibilizar mais um serviço avançado sobre a rede de investigação e de ensino nacional, a RCTS. A execução do projeto conta ainda com a participação científica e técnica da Universidade do Minho.

O RCAAP visa aumentar a visibilidade, acessibilidade e difusão dos resultados da atividade académica e de investigação científica nacional e facilitar o acesso à informação sobre a produção científica nacional em regime de “open access” bem como integrar Portugal num conjunto de iniciativas internacionais neste domínio. Para além do SARC, o Serviço de Alojamento de Repositórios Institucionais (SARI) é outro dos componentes essenciais do Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal. 

Confoa 2012

Sexta, 01 Junho 2012 00:00

 


 

Foi prolongada a submissão de comunicações e posters para a 3.ª Conferência Luso-Brasileira sobre Acesso Aberto, até ao dia 22 de Junho.

 

Está aberta a submissão de comunicações e posters para a 3.ª Conferência Luso-Brasileira sobre Acesso Aberto, até ao dia 15 de Junho.

A 3.ª CONFOA realiza-se na Reitoria da Universidade Nova de Lisboa, no Campus de Campolide, nos dias 1 e 2 de Outubro de 2012.
Mais uma vez esta conferência tem como objetivo reunir as comunidades portuguesas e brasileiras que desenvolvem atividades (pesquisa, desenvolvimento, gestão de serviços, definição de políticas, etc.) relacionadas com o acesso aberto ao conhecimento científico.

Os temas a serem tratados no âmbito da conferência são os seguintes:

  • Repositórios de publicações científicas;
  • Revistas científicas de acesso aberto;
  • Repositórios de dados científicos;
  • Direitos de autor;
  • Políticas e mandatos de acesso aberto de instituições de ensino e I&D e agências financiadoras de ciência
  • Interoperabilidade entre os repositórios e outros sistemas de informação de apoio à atividade científica e académica;
  • Impacto do acesso aberto na comunidade científica;
  • Repositórios em rede e partilha de serviços;
  • Serviços de valor acrescentado para repositórios;
  • Preservação digital.

Os trabalhos poderão ser submetidos até ao dia 22 de junho 15 de junho nas seguintes modalidades:

*Comunicações – Deverá ser apresentado um resumo de 1 a 2 páginas (aproximadamente 500 a 1.000 palavras) de cada proposta.

*Posters – Deverá ser apresentado um resumo de 1 página (até 500 palavras) de cada proposta.

Os participantes na conferência terão oportunidade de votar para eleger o melhor poster..Consulte o regulamento aqui.

A 3a. Conferência Luso-Brasileira sobre Acesso Aberto é promovida pela Universidade Nova de Lisboa, pela FCCN e Universidade do Minho.

Conta com o apoio da Rede RCAAP – Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal e do IBICT – Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia.

Todas as informações a respeito da Conferência, bem como o processo de submissão dos trabalhos, estão disponíveis através da página da 3.ª CONFOA em  www.acessoaberto.pt/confoa2012