Página do Projecto RCAAP (Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal)

Nota à navegação com tecnologias de apoio: nesta página encontra 3 elementos principais: menu principal (tecla de atalho 1); menu de acções RCAAP (tecla de atalho 2) e conteúdo principal (tecla de atalho 3).

Notícias | RCAAP - Repositórios Científicos de Acesso Aberto de Portugal

Gravação do Webinar sobre o controlo de autoridade relacionado com os autores já disponível

Sexta, 05 Julho 2019 15:00

O RCAAP tem vindo a desenvolver esforços no sentido de promover a integração da sua rede com outros sistemas de gestão de ciência. Um fator crítico para promover esta integração é a utilização de identificadores comuns que classifiquem entidades como autores, publicações, organizações ou programas de financiamento. Nesse sentido, foi introduzida no final de 2018, a possibilidade de se associarem identificadores de autores a nomes de autor no ato do depósito ou em tarefas de curadoria dos dados.

Seis meses após a entrada em produção da referida funcionalidade, importou rever alguns procedimentos, enumerar algumas boas práticas e responder a eventuais dúvidas que possam subsistir. Para isso realizou-se um webinar nos dias 02 e 04 de julho, nos quais foram abordados os seguintes tópicos:

  • Objetivos da funcionalidade;
  • Valor acrescentado da utilização de identificadores de autores;
  • Descrição da funcionalidade (como funciona, fontes de dados);
  • Particularidades (nome do autor vs nome de citação)
    • Como fazer update no backoffice quando já se tem identificador e sem utilizar o botão com lupa;
    • Variantes do nome do autor no repositório e como fica indexado no Solr;
  • Boas práticas de curadoria (adição, edição, atualizações em lote)

A gravação deste webinar, destinado a todos os Utilizadores que tenham como responsabilidade efetuar esta associação, está já disponível para consulta na plataforma eLearning do Projeto RCAAP, nas disciplinas SARI - Repositório Institucional e Repositório Comum.

Portal RCAAP - Novas Funcionalidades

Quarta, 12 Junho 2019 08:44

O projeto RCAAP disponibilizou no final de 2018 uma nova versão do Portal de Pesquisa RCAAP (http://www.rcaap.pt). Este agregador de recursos científicos a nível nacional iniciou um processo de reformulação, para já maioritariamente interna, baseada nos desenvolvimentos conjuntos com a iniciativa La Referencia, uma rede de repositórios da América Latina composta por 9 países.

Uma vez que ambos os projetos desenvolvem os mesmos processos de agregação e partilham as mesmas necessidades, foi encetada uma estreita colaboração nos desenvolvimentos de funcionalidades para o software de agregação.

De destacar para já:

  • Processo de agregação dos recursos (repositórios e revistas) com suporte a diferentes esquemas de metadados,
  • Introdução do Open Graph Protocol
  • Adoção de diretrizes com relatórios de validação
  • Vocabulários COAR

Agregação de Múltiplos esquemas de Metadados

Para suportar o desenvolvimento de serviços integrados é necessário possuir informação pormenorizada e devidamente organizada. Neste sentido, o novo Portal RCAAP permite a agregação de novos esquemas de metadados através do procotolo OAI-PMH, tais como o XOAI ou oai_openaire, além do esquema básico oai_dc.

Este processo obrigou à definição de um modelo de dados genérico do Portal RCAAP para suportar mapeamentos entre os vários tipos de recursos (revistas e repositórios), e os diferentes esquemas de metadados usados na agregação (oai_dc; xoai; oai_openaire;....).

Espera-se que gradualmente todos os recursos venham a suportar a exposição e consequente agregação de esquemas de metadados mais pormenorizados e específicos como o especificado nas novas Diretrizes OpenAIRE 4.0 para publicações (oai_openaire).

Open Graph Protocol

Para poder melhorar a imagem da informação partilhada nas redes sociais, a adoção do OGP (Open Graph Protocol), permite a construção automática de informação para partilha por exemplo no Facebook de um link do Portal RCAAP, incluindo automaticamente o título do trabalho e uma imagem do Portal.

Relatórios de Validação com base em Diretrizes Internacionais

O Portal RCAAP implementa desde o início as condições de agregação necessárias para que os recursos científicos possam ser integrados. Para analisar o cumprimentos das diretrizes foram adotadas duas formas de validação:

  • Automaticamente ao agregar no Portal RCAAP
  • A pedido no serviço do Validador RCAAP

Neste novo contexto, o processo de agregação implementa transformações de informação e consequente validação com base nessas condições de agregação. Para já os relatórios de validação dos recursos são ainda internos mas está previsto virem a ser disponibilizados aos gestores dos repositórios e revistas.

Este relatório permite a visualização do cumprimento de cada regra, obrigatório ou facultativa, assim como a identificação de cada registo e filtragem por tipologia de erros.

Um dos próximos passos será a adoção das diretrizes OpenAIRE 4.0 no contexto do Portal RCAAP!

Vocabulários COAR

As novas diretrizes OpenAIRE 4.0 adotam novos vocabulários controlados do COAR ao nível da tipologia de documentos, versões e tipo de acesso.

No contexto do Portal RCAAP, são já suportados estes vocabulários, quer no processo de agregação, quer na exposição pública. Deste modo, ao efetuar uma pesquisa avançada, poderá já filtrar por tipologias de documento de acordo com os vocabulários COAR.

Documentos de Referência para Guidelines:

RCAAP - http://projeto.rcaap.pt/index.php/lang-en/consultar-recursos-de-apoio/remository?func=fileinfo&id=364 (inclui as diretrizes DRIVER)
OpenAIRE 2 - https://zenodo.org/record/59208#.WeoNF9enGUk
OpenAIRE 3 - https://guidelines.openaire.eu/en/latest/literature/index.html
OpenAIRE 4 - http://openaire-guidelines-for-literature-repository-managers.readthedocs.io/en/latest/
OpenAIRE CRIS - https://guidelines.openaire.eu/en/latest/cris/index.html
OpenAIRE Data - https://guidelines.openaire.eu/en/latest/data/index.html

 

LEMBRETE: Serviço de Registos de DOIs para Revistas Científicas e Instituições – 1ª Call 2019

Quarta, 17 Abril 2019 09:51

Recordamos que termina já no próximo dia 30 de abril de 2019 o período de candidatura à call que se encontra aberta para atribuição de identificadores persistentes (DOIs – Digital Object Identifier) a documentos científicos no Serviço de Atribuição de Identificadores Persistentes do RCAAP (Repositórios Científicos de Acesso Aberto de Portugal) para Revistas Científicas e Instituições  do sistema científico e de ensino superior nacional. No caso das Instituições a candidatura deverá ser feita ao nível das instituições e não das respetivas unidades orgânicas.

O serviço DOI
O Serviço de Atribuição de Identificadores Persistentes (serviço DOI) destina-se a ser utilizado, gratuitamente, por revistas científicas para atribuição de DOIs a documentos produzidos no âmbito de investigação académica e científica. A adesão ao serviço consiste na atribuição de uma conta de acesso à plataforma da Agência de Registo DataCite, com um prefixo específico associado e uma quota anual de DOIs para atribuir aos documentos publicados pela revista científica, dentro dos padrões definidos pelo serviço, assim como formação e serviço de apoio de primeira linha (helpdesk) à sua utilização.

Revistas Científicas:

Critérios de elegibilidade e processo de seleção, para mais informações aceda aqui.

Instituições do sistema científico e de ensino superior nacional:

Critérios de elegibilidade e processo de seleção, para mais informações aceda aqui.

Boas práticas: associação de identificadores (CiênciaID / ORCID) a autores

Terça, 02 Abril 2019 11:27

 

Sabia que a associação de identificadores (CiênciaID / ORCID ) aos autores é um procedimento muito simples?

Já realiza a operação mas ainda tem algumas dúvidas? 

Os procedimentos relacionados com a adopção de um primeiro conjunto de novas funcionalidade têm como objetivo promover a integração dos Repositórios Institucionais integrados no Serviço de Alojamento de Repositórios Institucionais (SARI's) da rede RCAAP no ecossistema do PTCRIS. Essas novas funcionalidades consistem na criação de um índice de autoridade, baseado no CiênciaID e no ORCID, que permite aos Gestores de repositórios ou a outros Utilizadores com permissão de depósito, associarem identificadores únicos (CiênciaID e ORCID) a nomes de autores.

Esta funcionalidade prevê que, no acto de depósito, o depositante possa associar o nome de um autor a um identificador único, neste caso particular a um identificador CiênciaID ou a um identificador ORCID. Esta associação, quando exposta a outros sistemas, vai permitir relacionar autores com publicações, projetos, instituições, etc. Este tipo de associação assume uma importância amplificada, entre outras situações, nos seguintes cenários:

Circulação da informação - Será mais fácil fazer circular a informação entre sistemas (máquina - máquina) uma vez que se pode invocar um identificador de autor e fazer passar toda, ou parte, da informação relacionada com esse autor;

Propagação da informação - A ideia de depositar uma vez e re-utilizar múltiplas vezes será mais facilmente atingida. Um autor pode depositar as suas publicações no repositório da sua instituição e propagar essa informação para outros sistemas invocando unicamente o seu identificador de autor (processo também válido no sentido inverso, ou seja, para importar para o repositório);

Tarefas de reporting - Obter informação sobre a produção científica de determinado autor, projetos de financiamento associados a essa produção, produções associadas a instituições, entre outras, podem ser obtidas invocando unicamente os identificadores dos autores.

No contexto do DSpace, o conceito de autoridade envolve uma qualquer fonte externa de dados que permita associar um identificador único e persistente que corresponde a uma associação entre o índice e o nome de um autor. No caso da presente implementação serão utilizadas duas fontes de autoridade: Ciência ID e o ORCID.

Para que a utilização desta funcionalidade decorra em pleno, pressupõe que o autor possua, necessariamente, um dos identificadores anteriormente referidos: CiênciaID ou ORCID. O mecanisno de validação do autor poderá ainda ser mais facilitado se o mesmo possuir um Curriculum Vitae na plataforma Ciência Vitae (a utilização desta plataforma implica autenticação via CiênciaID) e se o perfil ORCID for público.

Recordamos que esta associação pode ser feita em três momentos:

● Associação num novo depósito
● Associação num depósito existente
● Tarefas de curadoria

No contexto dos SARI's, para relembrar ou para saber como fazer, consulte o procedimento disponível na plataforma eLearning do Projeto RCAAP, nas disciplinas: SARI - Repositórios Institucionais e/ou Repositório Comum.

ConfOA 2019: prolongado prazo de submissão de trabalhos

Quinta, 28 Março 2019 11:07

Foi prolongado até ao próximo dia 15 de abril de 2019 o prazo para submissão dos trabalhos para a 10ª Conferência Luso-Brasileira de Ciência Aberta (ConfOA), que este ano viaja até à Amazónia e decorrerá em Manaus, de 1 a 4 de outubro.

O processo de apresentação e modelos das propostas estão disponíveis para consulta e download no website da ConfOA em: http://confoa.rcaap.pt/2019/submissoes-on-line/

Assim, convidamos a comunidade a apresentar propostas de trabalhos sobre os seguintes temas:

  • Acesso Aberto e Dados de Investigação Abertos: sistemas, políticas e práticas
    • Repositórios digitais – institucionais, temáticos, de dados de investigação ou de património cultural
    • Revistas científicas de acesso aberto e tendências na comunicação e divulgação científica
    • Publicação institucional em acesso aberto
    • Gestão e partilha de dados de investigação – princípios FAIR, planos de gestão dados e infraestruturas para a gestão de dados de investigação
    • Definição, análise e avaliação de políticas institucionais e de financiadores
    • Modelos e padrões de metadados
    • Preservação Digital
    • Direitos de autor e acesso aberto
  • Ciência Aberta e outras expressões de conhecimento aberto
    • Ética, Integridade da Investigação e RRI (Investigação e Inovação Responsáveis)
    • Modelos tradicionais e alternativos de avaliação da Ciência (bibliometria e métricas alternativas)
    • Ciência cidadã
    • Dados governamentais abertos
    • Outras práticas de conhecimento aberto (hardware e software livre, educação aberta)
  • Gestão de informação de Ciência e Tecnologia
    • CRIS – Sistemas de Gestão de informação de Ciência e Tecnologia
    • Interoperabilidade entre sistemas de informação de apoio à atividade científica e académica
    • Normas e diretrizes
    • Identificadores persistentes

Acolheremos propostas sobre estes temas, bem como outros relacionados com os aspetos políticos, sociais, organizativos ou técnicos relacionados com a Ciência Aberta. Os trabalhos aceites serão publicados na Revista Ciência da Informação.

A Comissão Organizadora aguarda expectante a receção dos vossos trabalhos!

Acompanhe-nos nas redes sociais: Facebook: https://goo.gl/wQZHIR  e Twitter: https://twitter.com/confoa