Página do Projecto RCAAP (Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal)

Nota à navegação com tecnologias de apoio: nesta página encontra 3 elementos principais: menu principal (tecla de atalho 1); menu de acções RCAAP (tecla de atalho 2) e conteúdo principal (tecla de atalho 3).

Cap. 1 - O Poder do Acesso Aberto - Tutoriais - consultar Recursos de apoio | RCAAP - Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal

Cap. 1 - O Poder do Acesso Aberto

player: FLASH Player switcher HTML
download: MP4 | FLV
legendas: ON Player switcher Player switcher OFF
LEGENDAS:

O poder do Acesso aberto

Falar de Open Access, Acesso Livre ou Acesso Aberto é basicamente o mesmo.

Por isso vamos passar a dizer apenas Acesso Aberto.

Mais do que uma tendência,

o Acesso Aberto é um movimento que defende a publicação de artigos científicos em livre acesso

com o objectivo de promover o progresso científico.

O Acesso Aberto é uma ideia antiga, que se vê ampliada com as capacidades dos meios digitais,

naturalmente mais rápidos e baratos a fazer chegar o conhecimento onde ele é preciso,

dentro e fora da comunidade académica.

Exemplos recentes provam este conceito.

Imaginem a comunidade de cientistas espalhada pelo mundo que investiga a doença de Alzheimer,

sem qualquer contacto entre si. Imaginem os recursos necessários para que cada um

possa levar a cabo a sua investigação.

Depois de anos de trabalho, seria muito natural que a maior parte deles chegasse à mesma conclusão,

ou seja, o desperdício de tempo e recursos seria enorme sem que os doentes e as suas famílias

perspectivassem uma solução para o seu problema.

Imaginem agora que estes cientistas estão ligados entre si, que partilham os dados recolhidos,

que podem articular linhas de investigação diferentes sobre os mesmos dados

sem necessidade de criarem grupos de pacientes adicionais.

A probabilidade de conseguirem mais e melhores resultados é maior,

como ainda se abre a possibilidade de alguns cientistas com menos recursos

se poderem juntar à investigação.

Isto não é ficção, aconteceu e os resultados foram surpreendentes.

O Acesso Aberto é verdadeiramente um ampliador de conhecimento. Mas não só.

Se pela via tradicional o acesso aos artigos é limitado pelo custo da sua aquisição,

limitando o número de leitores, com o Acesso Aberto chegamos mais facilmente a todos os interessados,

o que poderá: aumentar as referências e citações, melhorar avaliações, a progressão da carreira,

o reconhecimento exterior e facilitar o acesso a financiamentos ou patrocínios para novas investigações.

Um estudo recente da Plos que inclui dados do RepositóriUM da Universidade do Minho demonstra

que os artigos em Acesso Aberto têm mais citações, que com o tempo acabam por aumentar,

em vez de diminuir como seria de esperar…

Já para não falar das vantagens para as instituições que obtendo mais visibilidade,

se tornam mais conceituadas, aumentando a sua procura por novos alunos,

novos investigadores e até por patrocinadores ou parceiros.

Promover o Acesso Aberto é promover o progresso científico, não temos dúvidas.

  • Google Bookmarks
  • Twitter
  • Windows Live
  • Facebook
  • deli.cio.us
  • Digg