Página do Projecto RCAAP (Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal)

Nota à navegação com tecnologias de apoio: nesta página encontra 3 elementos principais: menu principal (tecla de atalho 1); menu de acções RCAAP (tecla de atalho 2) e conteúdo principal (tecla de atalho 3).

RCAAP - Repositórios Científicos de Acesso Aberto de Portugal

RCAAP - Repositórios Científicos de Acesso Aberto de Portugal
Open Access Week 2015 PDF E-mail

Irá decorrrer de 19 a 25 de outubro de 2015 a Semana Internacional do Acesso Aberto (Open Access Week), enquadrada na iniciativa internacional promovida pela SPARC (Scholarly Publishing and Academic Resources Coalition) que tem como objetivo disseminar o Acesso Aberto.

Tal como aconteceu em anos anteriores, contamos que os repositórios institucionais / revistas nos façam chegar todas as atividades desenvolvidas com conteúdos científicos / académicos / educativos, relacionados com a temática.

Neste momento, já é possível descarregar e reutilizar todo o material de comunicação promocional, produzido no âmbito do grupo de trabalho de divulgação do projeto RCAAP, por todas as instituições, públicas ou privadas.

A nível internacional, os eventos que irão decorrer serão divulgados em www.openaccessweek.org.

Todas as iniciativas são importantes, interessantes e todas ocupam o seu lugar de destaque.

Consultem-nos e sigam-nos em:

Perguntem-nos ou informem-nos em:
 
  • Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar

 

 
11ª Conferência Luso-Brasileira de Ciência Aberta - chamada de trabalhos PDF E-mail

A 11ª Conferência-Luso Brasileira de Ciência Aberta (ConfOA) irá realizar-se na Universidade do Minho, em Braga, nos dias 6, 7 e 8 de outubro de 2020. Dando continuidade ao êxito das edições anteriores e mantendo a parceria desde 2010, o evento é organizado pelos Serviços de Documentação da Universidade do Minho (SDUM), pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT) e pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciência (IBICT).

Mantendo o tema da ConfOA anterior “Do Acesso Aberto à Ciência Aberta”, a 11ª ConfOA pretende consolidar o alargamento do âmbito da Conferência, considerando o Acesso Aberto como um componente central, e uma condição indispensável, da Ciência Aberta, que abrange várias outras dimensões. A ConfOA pretende reunir as comunidades portuguesa, brasileira, bem como dos restantes países lusófonos, que desenvolvem atividades de investigação, desenvolvimento, gestão de serviços e definição de políticas relacionadas com o Acesso Aberto ao conhecimento e com todas as outras vertentes da Ciência Aberta. A ConfOA assume-se como o espaço privilegiado para promover a partilha, discussão e divulgação de conhecimentos, práticas e investigação sobre estas temáticas, em todas as suas dimensões e perspetivas.

Assim, convidamos a comunidade a apresentar propostas de trabalhos sobre os seguintes temas:

·         Acesso Aberto e Dados de Investigação Abertos: sistemas, políticas e práticas

o   Repositórios digitais – institucionais, temáticos, de dados de investigação ou de património cultural

o   Revistas científicas de Acesso Aberto

o   Inovação na comunicação científica para a Ciência Aberta

o   Publicação institucional em Acesso Aberto

o   Definição, análise e avaliação de políticas institucionais e de financiadores

o   Modelos e padrões de metadados

o   Preservação Digital

o   Direitos de autor e Acesso Aberto

·         Ciência Aberta e outras expressões de conhecimento aberto

o   Ética, Integridade da Investigação e RRI (Responsible Research and Innovation /Investigação e Inovação Responsáveis)

o   A avaliação da investigação e dos investigadores na transição para Ciência Aberta

o   Ciência Cidadã

o   Dados governamentais abertos

o   Desenvolvimento e comunidades de software livre para a promoção do Acesso Aberto e da Ciência Aberta

o   Outras práticas de conhecimento aberto (hardware e software livre, educação aberta)

·         Gestão de informação de Ciência e Tecnologia

o   CRIS – Sistemas de Gestão de informação de Ciência e Tecnologia

o   Interoperabilidade entre sistemas de informação de apoio à atividade científica e académica

o   Normas e diretrizes

o   Identificadores persistentes

Acolheremos propostas sobre estes temas, bem como outros temas relacionados com os aspetos políticos, sociais, organizativos ou técnicos relacionados com o Acesso Aberto e a Ciência Aberta.

Processo de apresentação de propostas:

A submissão de trabalhos é efetuada em: http://conferencias.rcaap.pt/ onde será desenvolvida a avaliação dos trabalhos. Consulte abaixo as orientações para cada tipo de proposta e respetivo modelo de apresentação.

Comunicações (Apresentação oral de 15 minutos)

As propostas para comunicação devem ter um mínimo de 2 páginas e um máximo de 4 páginas (ver e utilizar o modelo de proposta de comunicação). As propostas devem apresentar investigação ou desenvolvimento originais, privilegiando-se os trabalhos que relatem casos gerais (ou seja relativos a mais do que uma instituição ou sistema) e/ou que tenham relevância para uma audiência alargada.

As propostas com qualidade e relevância que não possam ser aceites como comunicações, poderão ser consideradas para apresentação como Pecha Kucha ou Póster.

Demos

Convidamos a apresentação de propostas , que devem ter 1 página (ver e utilizar o modelo de proposta de Demo), de Demos de ferramentas, produtos e serviços com potencial interesse para a promoção e o apoio às práticas de Acesso Aberto e Ciência Aberta. As Demos serão apresentadas durante a ConfOA (serão dadas indicações e instruções para a apresentação dos Demos após a aceitação das propostas)”.

Pecha Kuchas

Os Pecha Kucha são apresentações de 7 minutos, com o máximo de 24 slides. As propostas deverão ter um mínimo de 1 página e um máximo de 2 páginas (ver e utilizar o modelo de proposta de Pecha Kucha). As propostas de Pecha Kucha podem apresentar trabalhos de investigação e desenvolvimento recentes ou em conclusão, e eventualmente casos concretos e localizados, mas com interesse e relevância geral.

As propostas com qualidade e relevância que não possam ser aceites como Pecha Kucha poderão ser consideradas para apresentação como Póster.

Painéis

As propostas de painel deverão ter um mínimo de 1 página e um máximo de 2 páginas (ver e utilizar o modelo de proposta de painel). As sessões de painel devem versar sobre temas e assuntos (das tecnologias às políticas) que tenham potencial interesse para a maioria dos participantes na ConfOA. Os painéis devem incluir diversos participantes como apresentadores (e desejavelmente com diversidade de pontos de vista, contextos, instituições, etc.), sendo privilegiadas as propostas que incluam participantes de mais de uma nacionalidade. O painel deve prever tempo para pequenas apresentações dos integrantes do painel, e tempo para discussão com a audiência. O tempo total do painel será de 90 minutos.

Pósteres

Convidamos a apresentação de propostas de pósteres, que devem ter 1 página (ver e utilizar o modelo de proposta de póster), que servem para apresentar trabalho ainda em desenvolvimento ou experiências locais. Os pósteres serão exibidos em formato papel ou formato digital (serão dadas indicações e instruções para a apresentação dos pósteres após a aceitação das propostas), e serão apresentados oralmente na sessão “O meu Póster num minuto”.

Workshops e Tutoriais

Convidamos a apresentação de propostas de workshops e tutoriais sobre aspetos práticos ou teóricos relacionados com os temas da conferência. Deve ser utilizado o modelo de proposta de workshop ou tutorial, e a proposta de tutorial deve contemplar os seguintes aspetos:

·         O assunto e que conhecimentos se pretende transmitir

·         A dimensão da sessão (90 minutos, 180 minutos, ou dia completo)

·         O público-alvo e o número desejado de participantes

·         Os resultados de aprendizagem para os participantes

·         Requisitos tecnológicos e de espaço

Processo de avaliação

Todas as propostas de comunicação e Pecha Kucha serão avaliadas por dois membros (um do Brasil e um de Portugal) da Comissão Científica e as propostas de Demo, Póster, Painel e Workshops serão avaliadas pela Comissão Organizadora.

Aproximando-se das práticas de revisão por pares aberta, crescentemente defendidas como prática de Ciência Aberta, também nesta edição da ConfOA a identidade dos autores e dos avaliadores de cada trabalho será dada a conhecer.

Datas importantes:

27 de novembro 2019: Chamada de trabalhos

30 de março 2020: Fim do prazo para apresentação de propostas

- 00H - Portugal

- 21H - Brasília 

01 de junho 2020: Notificação da aceitação das propostas

 
Guidelines OpenAIRE para Repositórios de Literatura Científica e Académica v4.0. Tudo o que importa saber PDF E-mail

As guidelines têm como principal objetivo orientar os Repositórios de Literatura Científica e Académica a expor ao OpenAIRE as publicações em acesso aberto, acesso restrito e acesso embargado, bem como informações alusivas a financiamentos, quando aplicável.

Estas orientações foram desenvolvidas ao longo do tempo, estando nesta fase estáveis e alinhadas com a nova Política de Aquisição de Conteúdo do OpenAIRE.

O que é que as guidelines 4.0 vieram trazer de novo?

  • Um perfil e esquema de aplicação baseados no Dublin Core e no DataCite, incluindo um novo prefixo OAI “oai_openaire”, que não requer um OAI-set específico;
  • Suporta vários esquemas de identificadores para autores, organizações, financiadores e trabalhos académicos relacionados;
  • Introduz vocabulários controlados definidos pelo COAR (Confederação de Repositórios de Acesso Aberto), para os tipos de documentos, acesso e versionamento de documentos;
  • Conformidade com a política de agregação de conteúdos do OpenAIRE.

Impacto na “vida” de um repositório institucional

A implementação das guidelines do OpenAIRE permitiu que os autores cumprissem com os requisitos do Acesso Aberto da UE e, eventualmente, com os requisitos de outros financiadores nacionais ou internacionais. Por outro lado, decorrente desta integração, também é possível realizar trabalho de curadoria de metadados utilizando os serviços fornecidos pelo Portal OpenAIRE, nomeadamente o OpenAIRE Catch-all Notification Broker Service.

Guidelines OpenAIRE 4.0 no RCAAP

  • Implementado

- Criação de formulários de depósito adaptados ao contexto nacional que serão implementados gradualmente nos repositórios

- Exposição da informação no formato oai_openaire no OAI-PMH dos repositórios SARI

- Alterações no Portal RCAAP para agregar o esquema de metadados OpenAIRE;

  • Em fase de implementação de melhorias

- Alinhamento e definição de mapeamentos com o CIÊNCIAVITAE;

- Submissão para Repositórios a partir do CIÊNCIAVITAE;

  • Em curso

- Participação no Working Group Dspace 7 para inclusão nativa das diretrizes OpenAIRE 4.

Novidades nos SARIs: Transformação do prefixo dos projetos em campos distintos

  • Formulário de Depósito (autores)

- Introdução de ID’s de autores

- Implementação de taxonomias COAR

Estas taxonomias incluem novos tipos de documento com estrutura hierárquica, uma taxonomia para diversas versões de documentos e alterações nos tipos de acesso aos trabalhos.

  • Apresentação do esquema oai_openaire no OAI-PMH

Onde saber mais?

Veja ou reveja o webinar sobre estas guidelines e o texto completo das mesmas.

Trabalho Futuro

Serão delineadas novas condições de agregação para o Portal RCAAP, documentação de apoio sobre as alterações e respetivos mapeamentos de informação assim como informação técnica para implementação das diretrizes no contexto de repositórios com a plataforma DSpace.

 
Mais de 600 000 registos agregados de recursos nacionais pelo Portal RCAAP PDF E-mail

Portal RCAAP agrega mais de 600 000 registos de recursos nacionais.

Portal RCAAP é a componente central do Projeto RCAAP (Repositórios Científicos de Acesso Aberto de Portugal) e tem como objetivo a recolha, agregação e indexação dos conteúdos científicos existentes nos repositórios institucionais e nas revistas científicas das entidades nacionais de ensino superior e outras organizações de I&D.

No espaço de um ano mais de 100 000 registos foram agregados. Na mesma proporção de crescimento encontram-se, naturalmente os recursos agregados.

Em maio de 2018 eram 148 recursos nacionais, presentemente são 240. Estes números desdobram-se em 27 repositórios institucionais integrados no Serviço de Alojamento de Repositórios Institucioanis (SARI's), 25 repositórios institucionais com gestão local, em 1 Repositório Comum (partilhado por 71 Instituições), 22 revistas científicas integradas no Serviço de Alojamento de Revistas Científicas (SARC), 94 com gestão local e o Portal Scielo Portugal.

Indiscutivelmente que os repositórios institucionais e as revistas científicas são parte integrante e de relevo do ecossitema de gestão da ciência. Porém, certamente, só o são devido ao esforço e colaboração de todos os interveninetes nos workflows destas plataformas que muito contribuem para este sucesso que, por sua vez, fazem com que o acesso à informação e ao conhecimento seja de vital importância para o progresso do ensino e da investigação mas também para o desenvolvimento sustentável da sociedade.

Desafiamos a Comunidade a consultarpartilhar e questionar ainda mais o projeto RCAAP. Queremos audácia!!!

 
De hoje até dia 27 de outubro: Semana Internacional do Acesso Aberto PDF E-mail

Arranca hoje e prolonga-se até ao próximo dia 27 de outubro mais uma edição da Semana Internacional de Acesso Aberto, evento global com atividades à escala local, que tem como objetivo disseminar o Acesso Livre ao Conhecimento, com o tema: Open for Whom? Equity in Open Knowledge

Esta iniciativa teve início em 2007 com um “dia do acesso livre” e desde 2009 que tem vindo a crescer tendo sido prolongada e transformada em “Semana do Acesso Aberto”.

Como tem sido habitual, trata-se de um evento promovido pelo SPARC (Scholarly Publishing and Academic Resources Coalition). Toda a informação relacionada com a atividade internacional está disponível em www.openaccessweek.org.

A adesão do Projeto RCAAP a esta iniciativa ocorre no âmbito das suas atividades de comunicação. Tem como propósito reunir sinergias para fazer desta semana, um evento significativo a nível nacional, com impacto no meio científico e académico e, deste modo, reforçar a importância dos repositórios institucionais e, em consequência, promover o Acesso Aberto em Portugal.

Recomendamos que todas as Instituições / Revistas nos façam chegar, em diferentes formatos, todas as atividades que pretendem realizar neste âmbito.

Convidamos cada um de vós a consultar o website, a reutilizar os materiais promocionais, a consultar e aplicar os mesmos.

As iniciativas individuais ou coletivas são importantes!

Saibam +  em:

http://www.acessolivre.pt/

https://www.facebook.com/rcaap

 


Página 5 de 23