Página do Projecto RCAAP (Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal)

Nota à navegação com tecnologias de apoio: nesta página encontra 3 elementos principais: menu principal (tecla de atalho 1); menu de acções RCAAP (tecla de atalho 2) e conteúdo principal (tecla de atalho 3).

RCAAP - Repositórios Científicos de Acesso Aberto de Portugal

RCAAP - Repositórios Científicos de Acesso Aberto de Portugal
Plumx da Plum Analytics implementado no RI da UBi PDF E-mail
Foi implementado no Repositório Institucional da Universidade da Beira Interior o PlumX Metrics.

O PlumX Analytics, da EBSCO information Services, é um serviço que demonstra como a investigação é utilizada e comentada em diversos serviços de uso global. Se por um lado exponencia o valor dos repositórios institucionais e incentiva ao depósito, por outro permite aos autores analisar o impacto e alcance da sua produção científica num só lugar.

O Plumx monitoriza as métricas não só de artigos como de outras produções científicas e apresenta os resultados em 5 categorias (redes sociais, citações, uso, resultados e menções). Para além dessa categorização quantifica os resultados e permite ver a fonte da informação dessa ocorrência.

No contexto do Repositório Institucional foi integrado o Details Widget para a visualização da informação das métricas alternativas de cada artigo que possua DOI, uma vez que é com base neste identificador que os dados são recolhidos.

Consulte um exemplo aqui.

 
Gravação do Webinar sobre o controlo de autoridade relacionado com os autores já disponível PDF E-mail

O RCAAP tem vindo a desenvolver esforços no sentido de promover a integração da sua rede com outros sistemas de gestão de ciência. Um fator crítico para promover esta integração é a utilização de identificadores comuns que classifiquem entidades como autores, publicações, organizações ou programas de financiamento. Nesse sentido, foi introduzida no final de 2018, a possibilidade de se associarem identificadores de autores a nomes de autor no ato do depósito ou em tarefas de curadoria dos dados.

Seis meses após a entrada em produção da referida funcionalidade, importou rever alguns procedimentos, enumerar algumas boas práticas e responder a eventuais dúvidas que possam subsistir. Para isso realizou-se um webinar nos dias 02 e 04 de julho, nos quais foram abordados os seguintes tópicos:

  • Objetivos da funcionalidade;
  • Valor acrescentado da utilização de identificadores de autores;
  • Descrição da funcionalidade (como funciona, fontes de dados);
  • Particularidades (nome do autor vs nome de citação)
    • Como fazer update no backoffice quando já se tem identificador e sem utilizar o botão com lupa;
    • Variantes do nome do autor no repositório e como fica indexado no Solr;
  • Boas práticas de curadoria (adição, edição, atualizações em lote)

A gravação deste webinar, destinado a todos os Utilizadores que tenham como responsabilidade efetuar esta associação, está já disponível para consulta na plataforma eLearning do Projeto RCAAP, nas disciplinas SARI - Repositório Institucional e Repositório Comum.

 
Portal RCAAP - Novas Funcionalidades PDF E-mail

O projeto RCAAP disponibilizou no final de 2018 uma nova versão do Portal de Pesquisa RCAAP (http://www.rcaap.pt). Este agregador de recursos científicos a nível nacional iniciou um processo de reformulação, para já maioritariamente interna, baseada nos desenvolvimentos conjuntos com a iniciativa La Referencia, uma rede de repositórios da América Latina composta por 9 países.

Uma vez que ambos os projetos desenvolvem os mesmos processos de agregação e partilham as mesmas necessidades, foi encetada uma estreita colaboração nos desenvolvimentos de funcionalidades para o software de agregação.

De destacar para já:

  • Processo de agregação dos recursos (repositórios e revistas) com suporte a diferentes esquemas de metadados,
  • Introdução do Open Graph Protocol
  • Adoção de diretrizes com relatórios de validação
  • Vocabulários COAR

Agregação de Múltiplos esquemas de Metadados

Para suportar o desenvolvimento de serviços integrados é necessário possuir informação pormenorizada e devidamente organizada. Neste sentido, o novo Portal RCAAP permite a agregação de novos esquemas de metadados através do procotolo OAI-PMH, tais como o XOAI ou oai_openaire, além do esquema básico oai_dc.

Este processo obrigou à definição de um modelo de dados genérico do Portal RCAAP para suportar mapeamentos entre os vários tipos de recursos (revistas e repositórios), e os diferentes esquemas de metadados usados na agregação (oai_dc; xoai; oai_openaire;....).

Espera-se que gradualmente todos os recursos venham a suportar a exposição e consequente agregação de esquemas de metadados mais pormenorizados e específicos como o especificado nas novas Diretrizes OpenAIRE 4.0 para publicações (oai_openaire).

Open Graph Protocol

Para poder melhorar a imagem da informação partilhada nas redes sociais, a adoção do OGP (Open Graph Protocol), permite a construção automática de informação para partilha por exemplo no Facebook de um link do Portal RCAAP, incluindo automaticamente o título do trabalho e uma imagem do Portal.

Relatórios de Validação com base em Diretrizes Internacionais

O Portal RCAAP implementa desde o início as condições de agregação necessárias para que os recursos científicos possam ser integrados. Para analisar o cumprimentos das diretrizes foram adotadas duas formas de validação:

  • Automaticamente ao agregar no Portal RCAAP
  • A pedido no serviço do Validador RCAAP

Neste novo contexto, o processo de agregação implementa transformações de informação e consequente validação com base nessas condições de agregação. Para já os relatórios de validação dos recursos são ainda internos mas está previsto virem a ser disponibilizados aos gestores dos repositórios e revistas.

Este relatório permite a visualização do cumprimento de cada regra, obrigatório ou facultativa, assim como a identificação de cada registo e filtragem por tipologia de erros.

Um dos próximos passos será a adoção das diretrizes OpenAIRE 4.0 no contexto do Portal RCAAP!

Vocabulários COAR

As novas diretrizes OpenAIRE 4.0 adotam novos vocabulários controlados do COAR ao nível da tipologia de documentos, versões e tipo de acesso.

No contexto do Portal RCAAP, são já suportados estes vocabulários, quer no processo de agregação, quer na exposição pública. Deste modo, ao efetuar uma pesquisa avançada, poderá já filtrar por tipologias de documento de acordo com os vocabulários COAR.

Documentos de Referência para Guidelines:

RCAAP - http://projeto.rcaap.pt/index.php/lang-en/consultar-recursos-de-apoio/remository?func=fileinfo&id=364 (inclui as diretrizes DRIVER)
OpenAIRE 2 - https://zenodo.org/record/59208#.WeoNF9enGUk
OpenAIRE 3 - https://guidelines.openaire.eu/en/latest/literature/index.html
OpenAIRE 4 - http://openaire-guidelines-for-literature-repository-managers.readthedocs.io/en/latest/
OpenAIRE CRIS - https://guidelines.openaire.eu/en/latest/cris/index.html
OpenAIRE Data - https://guidelines.openaire.eu/en/latest/data/index.html

 

 
Serviço DOI PDF E-mail

Serviço nacional de atribuição de identificadores digitais persistentes.

O DOI (Digital Object Identifier) é um identificador digital persistente e único para diferentes tipos de objetos. Consiste num prefixo atribuído por uma Agência de Registo e um sufixo escolhido pela instituição, que pode incluir um conjunto de números, letras e/ou pontuação.

A FCT tornou-se membro de uma das Agências de Registo, a DataCite, para poder fornecer este serviço à comunidade académica e científica em Portugal através do projeto RCAAP.

Objetivos

Os principais objetivos do serviço DOI são:

- tornar mais visível e referenciável a produção científica nacional
- disponibilizar à comunidade académica e científica um serviço de identificadores digitais aceite pela comunidade científica mundial, para resultados de investigação dignos de citação, através da associação de links persistentes aos objetos digitais;
- promover o uso de metadados de qualidade nos sistemas de informação nacionais e internacionais, permitindo a interoperabilidade entre sistemas (ex.: CiênciaVitae, ORCID, repositórios institucionais, Portal RCAAP, etc.);

O que são DOIs?

DOIs (Digital Object Identifier) são identificadores persistentes usados para citar e direcionar para objetos. A atribuição de DOIs a documentos de investigação torna a informação mais visível e mais facilmente acessível. DOIs são amplamente utilizados na publicação científica para citar artigos científicos. Fornecem links de longa duração e permitem aos artigos publicados ficarem ligados aos respetivos metadados.

Porque devo atribuir um DOI aos meus documentos?

Há um grande número de benefícios ao atribuir DOIs aos documentos. Destacamos alguns:

- Assegura o acesso persistente aos seus documentos e torna mais fácil atualizar a sua localização;
- Aumenta a sua visibilidade porque aumenta a descoberta dos documentos e fornece links persistentes para serem utilizados nas citações em artigos publicados, apresentações, websites, etc.; 
- Fornece provas do impacto da investigação ao permitir fazer o rastreamento das citações bem como outras medidas de impacto.

A que tipo de documentos posso atribuir DOI?

O serviço DOI permite a atribuição a artigos de revistas, livros, capítulos de livros, conferências e palestras, datasets e outros, desde que seja informação citável e relevante para a investigação científica.

As teses e dissertações também terão um DOI, mas será atribuído automaticamente a partir da plataforma RENATES, como já acontece para o identificador TID.

Como devo proceder para obter uma conta para atribuição de DOIs:

O acesso ao serviço de registo de DOIs é efetuado através da abertura de períodos de candidatura. A manifestação de interesse é feita através do preenchimento de um formulário e fica sujeita a avaliação por parte da equipa que gere o serviço.

As candidaturas deverão ser efetuadas ao nível das instituições e não das unidades orgânicas, centros de investigação, faculdades ou departamentos universitários.

Quem pode concorrer ao Serviço de Registo de DOIs

Existem dois tipos de contas a atribuir no âmbito do serviço DOI no RCAAP:

- Revistas científicas - uma revista científica pode concorrer quando abrem candidaturas e, caso seja aprovada, recebe acesso a uma conta com um sufixo para atribuição de DOIs aos artigos que publica.
- Instituições - uma instituição pode concorrer quando abrem candidaturas e, caso seja aprovada, recebe acesso a uma conta com um sufixo para atribuição de DOIs a documentos digitais que detenha autoridade sobre eles. A esta conta poderão ser adicionados quantos prefixos sejam necessários, consoante o número de sistemas de informação a que pretenda atribuir DOIs.

Para saber mais consulte https://elearning.rcaap.pt/, área DOI - Revistas ou DOI - Instituições.

Para dúvidas ou questões use o contacto de email: Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar
 
Semana do Acesso Aberto PDF E-mail

Semana Acesso AbertoSemana do Acesso Aberto: 22-28 de outubro de 2018

 


Página 1 de 18