Página do Projecto RCAAP (Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal)

Nota à navegação com tecnologias de apoio: nesta página encontra 3 elementos principais: menu principal (tecla de atalho 1); menu de acções RCAAP (tecla de atalho 2) e conteúdo principal (tecla de atalho 3).

RCAAP - Repositórios Científicos de Acesso Aberto de Portugal

RCAAP - Repositórios Científicos de Acesso Aberto de Portugal
ConfOA 2019: apresentações e números PDF E-mail

Já se encontram disponíveis as apresentações da 10ª Conferência Luso Brasileira de Ciência Aberta.
Em 2019 a conferência realizou-se em Manaus - Brasil e foi acolhida conjuntamente pela Universidade Federal do Amazonas, a Universidade do Estado do Amazonas e o Instituto Federal do Amazonas. A realização ocorreu em parceria com a FCCN, os Serviços de Documentação da Universidade do Minho e o IBICT, entre os dias 1 e 4 de outubro de 2019.

Disponibiliza-se alguns números relativos ao evento:

Apresentações:

  • 11 Comunicações
  • 35 Pechas Kuchas
  • 60 Pósteres
  • 2 workshops pré-conferência
  • 3 workshops pós-conferência
  • 2 Keynotes
  • Participantes:
    • 127 participantes na conferência
    • 58 participantes nos Workshop Pré- ConfOA
    • 41 participantes nos Workshops Pós- ConfOA

Destaca-se também a abrangência dos temas abordados, sem descurar o histórico temático da conferência e a continuidade do escopo do Acesso Aberto à Ciência Aberta.

A 10ª Conferência Luso-Brasileira de Ciência Aberta reuniu, de forma imersiva, as comunidades portuguesa e brasileira que desenvolvem atividades de investigação, desenvolvimento, gestão de serviços e definição de políticas, relacionadas com o acesso aberto ao conhecimento, através de repositórios e de revistas de acesso livre.

10 anos depois, a conferência regressa a casa, à Universidade do Minho, em Braga, nos dias 6, 7 e 8 de outubro de 2020.

 
Ciência Aberta entre Portugal e países da América Latina. Memorando reforça cooperação na partilha de conhecimento científico PDF E-mail

A Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT) e a rede La Referencia - La Red Federada de Repositorios Institucionales de Publicaciones Científicas da América do Sul e Central assinaram no dia 16 de setembro, no Porto durante o evento Open Science Fair, o Memorando de Colaboração com vista ao reforço da cooperação na partilha de conhecimento científico entre Portugal e países da América Latina, nomeadamente a Argentina, o Brasil, o Chile, a Colômbia, a Costa Rica, o Equador, El Salvador, o México, o Peru e o Uruguai.


Desde 2009 que Portugal, através da FCT, e o Brasil, através do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia – IBICT, têm vindo a colaborar na área do acesso aberto e, mais recentemente, na Ciência Aberta. Com este novo Memorando, a cooperação chega também a outros países da América Latina, passando o portal RCAAP – Repositórios Científicos de Acesso Aberto de Portugal a agregar conteúdos dos repositórios institucionais da rede La Referencia e vice-versa. O desenvolvimento de software especializado é outro dos objetivos deste Memorando, possibilitando o aumento da inovação e a redução do esforço de desenvolvimento obtendo-se assim software mais sustentável.


Desde 2009 que Portugal, através da FCT, e o Brasil, através do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia – IBICT, têm vindo a colaborar na área do acesso aberto e, mais recentemente, na Ciência Aberta. Com este novo Memorando, a cooperação chega também a outros países da América Latina, passando o portal RCAAP – Repositórios Científicos de Acesso Aberto de Portugal a agregar conteúdos dos repositórios institucionais da rede La Referencia e vice-versa. O desenvolvimento de software especializado é outro dos objetivos deste Memorando, possibilitando o aumento da inovação e a redução do esforço de desenvolvimento obtendo-se assim software mais sustentável.

Post escrito por: Gabinete de Comunicação da FCT
Foto: Dr. Nuno Feixa Rodrigues, da FCT, e Bianca Amaro, Presidente da LA Referencia, durante a assinatura do acordo.
Crédito: LA Referencia

 
Plumx da Plum Analytics implementado no RI da UBi PDF E-mail
Foi implementado no Repositório Institucional da Universidade da Beira Interior o PlumX Metrics.

O PlumX Analytics, da EBSCO information Services, é um serviço que demonstra como a investigação é utilizada e comentada em diversos serviços de uso global. Se por um lado exponencia o valor dos repositórios institucionais e incentiva ao depósito, por outro permite aos autores analisar o impacto e alcance da sua produção científica num só lugar.

O Plumx monitoriza as métricas não só de artigos como de outras produções científicas e apresenta os resultados em 5 categorias (redes sociais, citações, uso, resultados e menções). Para além dessa categorização quantifica os resultados e permite ver a fonte da informação dessa ocorrência.

No contexto do Repositório Institucional foi integrado o Details Widget para a visualização da informação das métricas alternativas de cada artigo que possua DOI, uma vez que é com base neste identificador que os dados são recolhidos.

Consulte um exemplo aqui.

 
Serviço DOI PDF E-mail

Serviço nacional de atribuição de identificadores digitais persistentes.

O DOI (Digital Object Identifier) é um identificador digital persistente e único para diferentes tipos de objetos. Consiste num prefixo atribuído por uma Agência de Registo e um sufixo escolhido pela instituição, que pode incluir um conjunto de números, letras e/ou pontuação.

A FCT tornou-se membro de uma das Agências de Registo, a DataCite, para poder fornecer este serviço à comunidade académica e científica em Portugal através do projeto RCAAP.

Objetivos

Os principais objetivos do serviço DOI são:

- tornar mais visível e referenciável a produção científica nacional
- disponibilizar à comunidade académica e científica um serviço de identificadores digitais aceite pela comunidade científica mundial, para resultados de investigação dignos de citação, através da associação de links persistentes aos objetos digitais;
- promover o uso de metadados de qualidade nos sistemas de informação nacionais e internacionais, permitindo a interoperabilidade entre sistemas (ex.: CiênciaVitae, ORCID, repositórios institucionais, Portal RCAAP, etc.);

O que são DOIs?

DOIs (Digital Object Identifier) são identificadores persistentes usados para citar e direcionar para objetos. A atribuição de DOIs a documentos de investigação torna a informação mais visível e mais facilmente acessível. DOIs são amplamente utilizados na publicação científica para citar artigos científicos. Fornecem links de longa duração e permitem aos artigos publicados ficarem ligados aos respetivos metadados.

Porque devo atribuir um DOI aos meus documentos?

Há um grande número de benefícios ao atribuir DOIs aos documentos. Destacamos alguns:

- Assegura o acesso persistente aos seus documentos e torna mais fácil atualizar a sua localização;
- Aumenta a sua visibilidade porque aumenta a descoberta dos documentos e fornece links persistentes para serem utilizados nas citações em artigos publicados, apresentações, websites, etc.; 
- Fornece provas do impacto da investigação ao permitir fazer o rastreamento das citações bem como outras medidas de impacto.

A que tipo de documentos posso atribuir DOI?

O serviço DOI permite a atribuição a artigos de revistas, livros, capítulos de livros, conferências e palestras, datasets e outros, desde que seja informação citável e relevante para a investigação científica.

As teses e dissertações também terão um DOI, mas será atribuído automaticamente a partir da plataforma RENATES, como já acontece para o identificador TID.

Como devo proceder para obter uma conta para atribuição de DOIs:

O acesso ao serviço de registo de DOIs é efetuado através da abertura de períodos de candidatura. A manifestação de interesse é feita através do preenchimento de um formulário e fica sujeita a avaliação por parte da equipa que gere o serviço.

As candidaturas deverão ser efetuadas ao nível das instituições e não das unidades orgânicas, centros de investigação, faculdades ou departamentos universitários.

Quem pode concorrer ao Serviço de Registo de DOIs

Existem dois tipos de contas a atribuir no âmbito do serviço DOI no RCAAP:

- Revistas científicas - uma revista científica pode concorrer quando abrem candidaturas e, caso seja aprovada, recebe acesso a uma conta com um sufixo para atribuição de DOIs aos artigos que publica.
- Instituições - uma instituição pode concorrer quando abrem candidaturas e, caso seja aprovada, recebe acesso a uma conta com um sufixo para atribuição de DOIs a documentos digitais que detenha autoridade sobre eles. A esta conta poderão ser adicionados quantos prefixos sejam necessários, consoante o número de sistemas de informação a que pretenda atribuir DOIs.

Para saber mais consulte https://elearning.rcaap.pt/, área DOI - Revistas ou DOI - Instituições.

Para dúvidas ou questões use o contacto de email: This e-mail address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it
 
Semana do Acesso Aberto PDF E-mail

Semana Acesso AbertoSemana do Acesso Aberto: 22-28 de outubro de 2018

 


Page 1 of 18